14/04/2012

Zóia a Mais Bela Jóia



Zóia vivia numa pradaria, era livre de fazer o que quisesse, brincar com os gatos, coelhos e o seu cachorro que o avô lhe dera quando ela tinha apenas 2 anos. Era alta, magra, tinha uns cabelos louros cor de oiro e tinha uns belos olhos verdes, que demonstravam a maturidade dos seus 15 anos.

Aquela menina amava animais, nada a fazia mais feliz do que um bichinho para acariciar... também adorava ler, gostava de entrar em histórias, e fingir ser a personagem principal, como no seu mundo dos sonhos, bem longe da realidade.

Certo dia tudo mudou... os seus pais agora caíram na miséria, e a sua irmãzinha pequena que tanto a adorava, estava com um problema grave de saúde.
Os pais não sabiam o que fazer... recorreram á ultima salvação, entregar as filhas para o único familiar, porém, era um familiar longincuo.
-Tio Morris?! -Perguntara assustada a Zóia - Mas eu nem o conheço, mãe!
-Filha, eu e o teu pai não sabemos mais o que fazer, nós os dois podemos passar sem comer uns dias...
-Eu também posso, mãe! -Gritou a pobre menina, quase com lágrimas nos olhos.
-E a tua irmã? Achas que ela pode? E de certo que não queres que eu a mande para o tio Morris sozinha, uma criança de 5 anos!

Zóia sentou-se num banco, e sem saber o que fazer, levou as mãos á cara e começou a chorar...
A mãe, limpa-lhe as lágrimas e diz:
-Zóia, minha filha, promete-me, nunca mais chorar por estares metida em complicações na vida, sim? Irás ter de enfrentar várias coisas difíceis na vida, não te podes deixar ir a baixo por nenhuma delas, e sempre deverás sorrir.
-Sim, mãe -Compreendeu Zóia, abraçando-se á mãe.

Logo de manhãzinha, Zóia vai para o campo de flores da pradaria para sentir aquele belo aroma de alegria:
-As flores estão sempre felizes! -Disse rindo e rebolando no prado.
O pai de Zóia chamou-a desde a porta de casa. Sentou-se e pegou nas mãos da filha.
-Zóia, o teu tio Morris não é uma pessoa alegre... ele... como hei de dizer? Bom, a única coisa com que ele se dá bem é com a sua conta do banco...
-Pai, fala-me mais dele, por favor...
-Está bem, ele aceitou cuidar de ti e da tua irmã como se fossem filhas dele, mas teriam de aprender a comportarem-se como damas. Zóia, vais aprender a viver na sociedade aristocrata. Terás de fazer de tudo o que o teu tio te mandar, incluindo... nunca mais... nunca mais voltar á pradaria...
-O quê?! -A menina ficou aterrorizada -Não! Isso não! Como irei voltar a ver-te, a ti e á mãe? Como?
-Não poderás voltar a ver-nos... Mas é melhor para ti e para a tua irmã, Cindy...
-Nunca é o melhor para os filhos, separarem-se dos seus pais! Não quero!
-Recordar-nos-ás no teu coração. Vais receber educação como se fosses uma princesa, vais ser bem alimentada, a tua irmã ficará curada, vais ter estudos, como vês, é uma vida muito melhor do que aquela que eu e a tua mãe te poderíamos alguma vez dar.
-Mas pai...
-Partirás com a tua irmã, amanhã de manhã no combóio das 10.
Zóia sai a correr, deita-se sobre a erva, abraçando o seu cachorro, com muita força, para conter as lágrimas.

13 comentários:

  1. Oh espero a continuação da história! Escreves muito bem onee-chan, vais ser uma boa escritora ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kuroi ^^
      *abraça*
      Onwww~

      Excluir
    2. Eu estou apenas a dizer a verdade ^w^

      Excluir
    3. Hahaha Bigada bigada bugada >.<

      Excluir
  2. Nee nee, Bunny-chan, eu a Okami-chan, a Pla-chan, a Luka-chan e a Me-chan fizemos um blog baseado no nosso grupo da floresta no msn. Chama-se Otaku Night Club ~ http://hanayuuki-chan.blogspot.com/
    Como fazes parte do grupo, podes aderir!! Esperamos por uma resposta!! >w<

    ResponderExcluir
  3. Oh!! Tão linda a história! Adorei!!
    Mas quero ler mais, muito mais...
    Kisus

    ResponderExcluir
  4. Amei a história!!! Tou esperando pelo próximo capitulo *-*
    Quando a vais postar??

    E olha... Quando tbm postas o final daquela história do Ufuru e daquela menina k supostamente é a capuchinho vermelho (ñ me lembro do nome dela)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brevemente postarei a continuação desta historia...

      A do capuchinho vermelho posto no verão ^^

      Excluir
  5. Coitada da menininha TT.TT

    Você é muito boa escrevendo Bunny-senpai >.<

    Quero a continuação, a historia é muito linda o/

    bjs >3<

    ResponderExcluir
  6. Ai mds...Tadinhas T.T
    Morris....onde eu vi esse nome..ah Bela e a Fera *^*
    Ah cara...tadinha...ai eu leio esse começo, ouvindo uma musica melancolica, só com o pouco chorei x.x Espero que nos próximos capítulos que eu vou ler, a família se reúna...e não...por favor, a Cindy não pode morrer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha eu nem reparei ahaha o.o'
      Hahaha calma Haru-chan, continua a ler que vc vai gostar *eu acho* >-<'

      Digo nada... TT^TT

      Excluir

Se queres comentar:
☾ Nada de palavras indecentes!
☾ Se eu te conhecer, no comentário anónimo podes assinar no fim, por favor?^^
☾ Se quiseres falar comigo no msn podes adicionar:
bunnytsukino5@hotmail.com
☾ Diverte-te e comenta sempre que quiseres!

©